BLOG DA SOCIEDADE
BRASILEIRA DE IMUNOLOGIA
Acompanhe-nos:

Translate

sexta-feira, 30 de abril de 2010


Apesar do grande avanço observado em diversas áreas biomédicas, a região Sul do país apresenta apenas pouquíssimos grupos consolidados em imunologia. Nesta área, estamos muito longe do eixo SP-MG-RJ-BA. Reagentes fundamentais não chegam, equipamentos deixam de receber manutenção apropriada, FAPs literalmente não funcionam. Em vários locais, o imunologista, quando existe, é o docente que sabe dosar citocinas por ELISA.

Nesta realidade, em 2007, nasceu o Simpósio Sul de Imunologia (SSI), com os objetivos de i) estimular o despertar para a pesquisa básica e aplicada em imunologia e ii) fomentar ativamente as interações entre pesquisadores e estudantes de graduação e pós-graduação das Universidades e Centros de pesquisas na região Sul do País.

No I SSI, em Florianópolis, organizado pelos Drs. Aguinaldo Pinto e André Báfica da UFSC, estiveram presentes mais de 150 estudantes e 14 palestrantes (http://www.ssi.ufsc.br/issi.html). Lembro que naquela ocasião realizamos o evento com alguns míseros reais no bolso (repassados a muito custo pela FAP local). Foi difícil, mas foi um passo importante e não desistimos. Mais de um ano se passou até a realização do II SSI, novamente na bela capital catarinense, em maio de 2009, e com ótima participação discente (próximo a 200 inscritos) e 16 conferencistas (http://www.ssi.ufsc.br/iissi.html), sendo 3 deles estudantes de pós-graduação. Este evento foi organizado com cerca de 20 mil reais (muito melhor quando comparado com o #1). Nos dois eventos, promovemos de maneira decisiva a interação discente-docente, pedra angular incentivada quando criamos o SSI. Ainda, diversas empresas parceiras como B&D, Ambriex, LGC, etc tiveram um bom volume de negócios através da venda de equipamentos, reagentes (da ordem de milhões - nada mal!).

Durante o II SSI, se juntaram a bordo outros colegas muito otimistas: Drs. Moisés Bauer e Cristina Bonorino da PUC/RS e Drs. Juliano Bordignon/ICC-Fiocruz-PR e Phileno P. Filho/UEL-PR. Ficou acordado então com os colegas paranaenses e gaúchos que o SSI teria periodicidade anual e ocorreria de forma itinerante entre os estados da região Sul, juntando-se ao já tradicional Encontro Gaúcho de imunologia realizado há mais de 10 anos no RS por Bauer e Bonorino.

Em 2010, o III SSI, será realizado na cidade de Curitiba, conhecida por seus inúmeros parques e feiras de artesanato. O evento está sendo organizado por Bordignon, Filho e Báfica, conta com 23 palestrantes, apoio da CAPES, CNPq, BD, Ambriex, Lonza, Interprise, Induslab e BioAmerica e terá 3 dias de duração (26-28 de maio de 2010, www.ssi.ufsc.br). O programa do dia 26/05 conta com mini-cursos, que abordarão temas de interesse para os estudantes como imunossenecência, imunobiologia do óxido nítrico, desenvolvimento de vacinas e diagnóstico de doenças auto-imunes, seguido da conferência de abertura proferida pelo Prof. Manoel Barral-Netto/CPqGM-Fiocruz-BA. Nos dias 27 e 28, serão abordados vários assuntos em mesas-redondas e conferências, como vacinas anti-HIV, imunologia de infecções fúngicas, imunologia do câncer, inflamação, migração de linfócitos, entre outros de relevância na área. A palestra de encerramento do III SSI será realizada pelo Dr. Marcello Barcinski/USP-SP. Mais uma vez, com o intuito de incentivar o interesse pela imunologia teremos uma mesa de short talks de estudantes de pós-graduação. Até este momento, já se inscreveram mais que 100 pessoas, provenientes de 4 estados do Brasil, e 14 cidades diferentes.

Com este clima de serenidade, os pesquisadores da área de imunologia da região Sul do país, vivem um momento especial com a organização do III SSI e ImunoTchê (http://www.imuno2010.com.br/), e esperamos atender as expectativas dos colegas dos demais estados e estrangeiros, e ainda contribuir para reduzir as assimetrias intra- e inter-regionais da área.


Grande abraço,

André Báfica e Juliano Bordginon


Comente com o Facebook :

6 comentários:

  1. Cristina Bonorino30 de abril de 2010 11:02

    Grande André. Acredito que para encarar tentar montar um grupo de imunologia no Sul do Brasil tem que realmente combinar muito otimismo e persistëncia. Sem dinheiro, sem apoio, e sem quem conheça um mínimo do que somos capazes de fazer, sem valorização das FAPs... Porque mesmo eu resolvi voltar pra casa? ah, lembrei, porque a imunologia do Brasil estava começando a explodir há 10 anos atrás. E se meus colegas conseguiam, achei que ia conseguir tambem... Estamos realmente vivendo um período especial aqui no Sul, quando depois de muitos anos sozinhos, eu e Moisés conhecemos o André, o Aguinaldo, Juliano e Phileno. O Simpósio Sul se transformou num momento muito aguardado de confraternização e colaboração entre a gente. Venham visitar o Simpósio e não percam o Imunotchê! Abraços, Cris Bonorino

    ResponderExcluir
  2. Phileno Pinge-Filho1 de maio de 2010 10:11

    Caro André, tem sido um prazer e um grande aprendizado a interação com você, Juliano e Cris. Digo que em alguns laboratórios das Universidades do Sul não há se quer uma leitora ou mesmo uma centrífuga refrigerada que permita baixar as células de cultura para coletar o sobrenadante e dosar as citocinas. O Imunologista é o tradutor do Abbas e do Janeway que leciona Imunologia Geral. O Simpósio Sul de Imunologia pode atrair os Imunologistas para uma reflexão sobre as barreiras ainda existentes que impedem o desenvolvimento pleno da Imunologia nos Estados do Sul. Entre as barreiras destaco: a classificação equivocada do CNPq que coloca os Estados do Sul como similares aos da Região Sudeste; e, portanto diferente da realidade encontrada nos Estados da Região Nordeste. É difícil aceitar essa classificação depois de todo o investimento feito em Ciência aos Estados do Nordeste nos últimos oito anos. Esta classificação é excludente e fica explicita principalmente durante as avaliações e emissão dos pareceres de projetos de pesquisa coordenados por Imunologistas do Sul do Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Caro Phileno, confesso que fiquei impressionado com algumas coisas que temos enfretado por essas bandas. Independente, acho que devemos olhar para frente, e como a Cris falou, propor alterações e articular mudanças junto aos órgãos de fomento. Tenho visto que nas FAPs, isso realmente será um grande desafio. O importante é que temos massa crítica, ao contrário do que imaginam, e podemos estimular o conhecimento neste área. O que vocês acham da criação de um PPG multi-instituicional em Imunobiologia abrigado pela SBI?

    ResponderExcluir
  4. Phileno Pinge Filho1 de maio de 2010 20:50

    Boa noite André, essa é uma excelente idéia, estou apaixonado pelo PPG multicentrico em Ciências Fisiológicas que tem a UEL como parceira. Os estudantes podem fazer disciplinas em diferentes programas da Rede e naturalmente são estabelecidas parcerias para a realização de experimentos que seriam impossíveis na UEL e em algumas situações o inverso também é verdade. Boa ideia Andre, eu reclamo mas além de dar um duro danado para conseguir as parcerias eu sou um otimista nato. Conte comigo nessa empreitada.

    ResponderExcluir
  5. Wander Rogério Pavanelli17 de maio de 2010 16:24

    Caros organizadores do III SSI, inicialmente eu (Wander R. Pavanelli) gostaria de PARABANIZÁ-LOS pelo evento e principalmente pela motivação que vejo em vcs. È deste entusiasmo e atitude que estamos precisando por aqui (SUL). Percebo que os eventos de Imunologia,realizados aqui no SUL, vem mostrando a verdadeira força que nossa região possui. Agora, é necessario que as autoridades, responsáveis por aprovarem os respectivos projetos de pesquisas enviados as entidades de fomento nacional (CNPq e CAPES), começem a olhar com outros olhos para essa nova realidade, e nos deêm credibilidade para que mostremos nossos valores e a nossa capacidade de trabalho. Contem comigo para esta empreitada, pois serei mais um nesta caminhada.......

    ResponderExcluir
  6. Onde eu baixo o livro Imunobiologia de Janeway?
    Não em lugar nenhum ='[

    ResponderExcluir

©SBI Sociedade Brasileira de Imunologia. Desenvolvido por: