BLOG DA SOCIEDADE
BRASILEIRA DE IMUNOLOGIA
Acompanhe-nos:

Translate

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Science: it's a girl thing!



This video was published by the European Commission for a campaign designed to attract more women to a career in science. The commission said that the video had to "speak their language to get their attention" and that it was intended to be "fun, catchy" and strike a chord with young people. "I would encourage everyone to have a look at the wider campaign and the many videos already online of female researchers talking about their jobs and lives,"
The original video was taken down after it received so many negative comments.

O que você acha?
No You Tube já encontramos várias respostas. Deixe aqui seu comentário!!

Comente com o Facebook :

3 comentários:

  1. Esse vídeo é de extremo mal gosto e machista!! Fiquei me perguntando o que seria "speak their language to get their attention"...
    Fico feliz que o vídeo original foi retirado na rede. O mais impressionante é que esse video tem autoria da Comissão Europeia.

    ResponderExcluir
  2. não curti não... a intenção pode até ter sido boa, mas não me agradou (se bem que nao intendo de publicidade e propaganda rs). Quanto a questão da mulher na ciência: essa conversa dá "pano pra manga" né. O resumo do que eu penso é o seguinte: A ciência é sim uma área que a mulher se encaixa. MAS, para se obter destaque e notoriedade na área essa mulher tem que ser "meio macho", abdicar de TODOS os outros setores da sua vida e literalmente "viver para trabalhar", exatamente como sua contraparte do sexo oposto faz.
    Quando falo em abdicar de todos os outros aspectos da vida humana, não estou sendo exagerada não. Explico: os GRANDES de hoje certamente dedicaram 100% para o lado profissional ONTEM, e hj por já atingirem seus objetivos podem até falar que conseguem conciliar todos os setores da vida pessoal. Porém, isso é HJ, pois poucos assumem a obstinação que tiveram no passado pelo seu lado profissional.
    Mas essa é a minha opinião, baseada no que vi, vejo e sinto diante disso. E com absoluta certeza conheço mulheres fantásticas, não só na ciência, que conseguem conciliar da melhor maneira possível. Tiro meu chapéu para elas!!!! São super mulheres! Mas, devem ser super cansadas tbm rs Eu não tenho tamanho super poderes e ainda estou decidindo as minhas prioridades na VIDA, como um todo, no conjunto e não somente no setor profissional.
    bjokas

    ResponderExcluir
  3. Isabel Santos FMRP-USP14 de agosto de 2012 18:51

    Nossa gente, mas falaram do hidrogênio, isso é super importante!

    Gente, que falta de imaginação.... Fiquei constrangida. Tem de demitir esse roteirista. E quem foi que aprovou esse trem?

    ResponderExcluir

©SBI Sociedade Brasileira de Imunologia. Desenvolvido por: