BLOG DA SOCIEDADE
BRASILEIRA DE IMUNOLOGIA
Acompanhe-nos:

Translate

domingo, 9 de novembro de 2014

Journal Club IBA: Mammalian watchdog targets bacteria



Figura 1 - AhR reconhece fatores de virulência pigmentados bacterianos e regula a defesa do hospedeiro

O receptor de hidrocarbonetos arila (AhR), membro da superfamília de proteínas Per-Arnt-Sim (PAS) (1, 2 ,3),  é um fator de transcrição ativado por ligante que reconhece e responde à compostos aromáticos policíclicos endógenos ou exógenos. Após ativação, esse receptor, que antes estava em sua forma inativa, complexado com proteínas reguladoras, tais como Hsp90, p23 e XAP2 (4, 5, 6), transloca-se do citoplasma para o núcleo e, juntamente com a proteína ARNT (Aryl Hydrocarbon Receptor Nuclear Translocator) liga-se ao loci gênico denominado DRE (Dioxin-Responsive Elements). Essa ligação leva à transcrição das enzimas metabolizadoras de xenobióticos da família do citocromo P450 (Cyp1a1, Cyp1a2 e Cyp1b1) (7, 8).

Na literatura é descrito o envolvimento do AhR em infecções por Listeria monocytogenes (9), Citrobacter rodentium (10) e Streptococcus pneumoniae (11). No entanto, o que não se sabia até o momento era como ocorria a ativação desse receptor nessas infecções. No belíssimo paper publicado na Nature esse ano, Moura-Alves e colaboradores demonstraram por modelagem molecular e ensaios de ligação que fatores de virulência pigmentados, como as fenazinas produzidas por Pseudomonas aeruginosa, atuam como potenciais ligantes do AhR e que a ativação dessa via de sinalização, em células mielóides e epiteliais, contribui pra a degradação de tais compostos e consequente defesa do hospedeiro contra a bactéria. O mais interessante é que essa ideia fascinante foi suportada por evidências fortes de que a carga bacteriana é maior e a doença é mais agressiva em animais Ahr -/- infectados com P. aeruginosa que superexpressam fenazina.  Pelo visto, esse receptor está envolvido em um repertório diversificado de funções, das quais muitas delas ainda precisam ser descobertas. 

Comentário:
Kundu, P. and Pettersson, S. Immunology: Mammalan watchdog targets bacteria. Nature News and Views. 2014. doi:10.1038/nature13741

Paper:
Moura-Alves P. et al. AhR sensing of bacterial pigments regulates antibacterial defence. Nature, v. 512, n. 7515, p. 387-392. 2014. doi: 10.1038/nature13684


Post de Natália Ketelut e Jéssica Santos (doutorandas – IBA/FMRP-USP)

Comente com o Facebook :

Um comentário:

©SBI Sociedade Brasileira de Imunologia. Desenvolvido por: